Você está lendo a coluna: Exercícios Kegel

saúde

Exercício Kegel

.

.  

02/08/2009

Nomes alternativos:

exercícios de fortalecimento do músculo pélvico
Informações:

Os exercícios de Kegel foram originariamente desenvolvidos como um método para controlar a incontinência em mulheres após o parto. Atualmente, estes exercícios são recomendados para mulheres com incontinência urinária por estresse, para alguns homens que sofrem de incontinência urinária após cirurgia da próstata e para pessoas que sofrem de incontinência fecal.

O princípio dos exercícios de Kegel é fortalecer os músculos do assoalho pélvico, desse modo melhorando também a função do esfíncter uretral e/ou retal. O sucesso dos exercícios de Kegel depende da técnica apropriada e adesão a um programa regular de exercícios.

Algumas pessoas têm dificuldade em identificar e isolar os músculos do assoalho pélvico. Deve-se tomar cuidado para aprender a contrair os músculos certos. É típico da maioria das pessoas contrair os músculos abdominais ou os músculos da coxa, em vez dos músculos do assoalho pélvico. Existem várias técnicas para ajudar a pessoa com incontinência a identificar os músculos corretos.

Uma das técnicas é sentar no vaso sanitário e começar a urinar. Tente parar o fluxo de urina, contraindo os músculos do assoalho pélvico. Repita este procedimento várias vezes até perceber que está contraindo o grupo correto de músculos. Não contraia os músculos abdominais, da coxa ou os músculos das nádegas enquanto realizar o exercício.

Outra técnica que ajuda a identificar o grupo correto de músculos é inserir o dedo na vagina (mulheres), ou no reto (homens). Em seguida, tente contrair os músculos ao redor do dedo como se fosse reter o fluxo de urina. Os músculos abdominais e da coxa devem permanecer relaxados. Mulheres também podem fortalecer estes músculos usando um cone vaginal, que é um dispositivo com peso que se insere na vagina e então tentar contrair os músculos do assoalho pélvico no esforço de manter o dispositivo no lugar.

Para as pessoas que estão inseguras se estão realizando o procedimento corretamente, podem ser usados biofeedback e estimulação elétrica para ajudar a identificar o grupo correto de músculos para exercitar. Biofeedback é um método de reforço positivo. Colocam-se eletrodos no abdome e ao redor da área anal. Alguns terapeutas colocam um sensor na vagina das mulheres ou no reto dos homens, para monitorar a contração dos músculos do assoalho pélvico. Um monitor mostra um gráfico indicando quais músculos estão se contraindo e quais estão em repouso. O terapeuta pode ajudar a identificar os músculos corretos para realizar os exercícios de Kegel.

A estimulação elétrica envolve o uso de corrente elétrica de baixa voltagem para estimular o grupo correto de músculos. A descarga pode ser feita através de uma sonda vaginal ou anal. A terapia de estimulação elétrica pode ser realizada em uma clínica ou em casa. As sessões de tratamento geralmente duram 20 minutos e podem ser realizadas em intervalos entre 1 a 4 dias. Alguns estudos clínicos têm apresentado resultados promissores no tratamento de incontinência de urgência com estimulação elétrica.

COMO REALIZAR OS EXERCÍCIOS PARA OS MÚSCULOS DO ASSOALHO PÉLVICO:
1. Esvazie a bexiga.
2. Contraia os músculos do assoalho pélvico e conte até 10.
3. Relaxe os músculos completamente e conte até 10.
4. Faça 10 exercícios, três vezes ao dia (manhã, tarde e noite).

Estes exercícios podem ser praticados a qualquer hora e lugar. A maioria das pessoas prefere praticar os exercícios quando estão deitadas ou sentadas. Após 4 a 6 semanas pode-se notar alguma melhora. Pode levar até 3 meses para se ver alterações drásticas.

Alerta importante: algumas pessoas acreditam que podem antecipar o progresso aumentando o número de repetições e a freqüência dos exercícios. Porém, esta prática excessiva pode causar fadiga muscular e aumentar o vazamento de urina.

Não se deve sentir qualquer desconforto no abdome ou nas costas enquanto realizar os exercícios; e, se houver desconforto, você provavelmente está realizando os exercícios para o assoalho pélvico de forma incorreta. Algumas pessoas tendem a segurar a respiração ou contrair o peito ao tentarem contrair os músculos do assoalho pélvico. Deve-se relaxar e concentrar-se para contrair somente os músculos do assoalho pélvico.

O Grupo de Apoio para Pessoas com Incontinência (HIP PME) oferece fitas cassete e apostilas para ajudar a praticar os exercícios de Kegel corretamente. Para solicitar informações escreva para:

HIP PME
P.O. Box 544
Union, SC 29379

Figuras




fonte: http://adam.sertaoggi.com.br

.:: ComentarEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

02-08-2009 :: Exercício Kegel

[ Todas desta coluna ]

© 2009 - Viver em Equilíbrio - Todos os direitos reservados
Contato: contato@viveremequilibrio.com.br